terça-feira, 25 de agosto de 2015

As várias etapas da Infância


A infância é o período que vai desde o nascimento até aproximadamente o 11º ano de vida de uma pessoa.


É um período de grande desenvolvimento físico, marcado pelo gradual crescimento da altura e do peso da criança - especialmente nos primeiros três anos de vida e durante a puberdade. 

Mais do que isto, é um período onde o ser humano desenvolve-se psicologicamente, envolvendo graduais mudanças no comportamento da pessoa e na aquisição das bases de sua personalidade. 

As lembranças e recordações da nossa infância são muitas..... 0 - 18 meses 

Neste estágio, o bebé é totalmente dependente de terceiros (geralmente, dos pais) para quaisquer coisas como locomoção, alimentação ou higiene. Neste período, o bebé aprende a sentar-se, a gatinhar, a andar. 
Recomenda-se o aleitamento materno exclusivo até que o sexto mês de vida, isto porque o leite materno tem uma composição mais adequada, tem menor custo e exige cuidados mais simples em relação a outros tipos de leite, bem como possui anticorpos e outros factores para proteger o bebé de infecções, e ainda fortalece a relação entre a mãe e seu filho. 

Neste estágio da vida, a criança cresce muito rapidamente. Os primeiros cabelos, bem como os primeiros dentes, aparecem neste estágio. Aos 18 meses de vida, a maioria dos bebés já soltaram as primeiras palavras. Este período é caracterizado pelo egocentrismo, pois o bebé não compreende que faz parte de uma sociedade, e o mundo para ele gira em torno de si mesmo. 


18 meses - 3 anos 
A pequena criança neste estágio cresce menos do que durante os primeiros 18 meses de vida. A criança, então, pode correr uma curta distância por si mesma, comer sem a ajuda de terceiros, e falar algumas palavras que têm significado (por exemplo, mamã, papá, bola, etc), e a expectativa é que a criança continue a melhorar estas habilidades. 

O principal aspecto desta faixa etária é o desenvolvimento gradual da fala e da linguagem. 
Aos três anos de idade, a criança já pode formar algumas frases completas (e corretas gramaticalmente) usando palavras já aprendidas, e possui um vocabulário de aproximadamente 800 a mil palavras. 


3 a 4 anos 
As crianças desta faixa etária começam a desenvolver os aspectos básicos de responsabilidade e de independência, preparando a criança para o próximo estágio da infância e os anos iniciais de escola. As crianças desta faixa etária são altamente activas em geral, constantemente explorando o mundo à sua volta. 

As crianças passam também a aprender que na sociedade existem coisas que eles podem ou não fazer. Nesta faixa etária, a criança já compreende melhor o mundo à sua volta - tornando-se gradualmente menos egocêntrica - e melhor, começa a compreender que suas acções podem afectar as pessoas à sua volta. 

As crianças, a partir dos três anos de idade, também passam a aprender padrões de comportamento de um processo chamado identificação. As crianças passam a identificar-se com outra pessoa por causa de vários motivos, incluindo laços de amizade (um amigo ou uma pessoa próxima como outro parente, por exemplo) e semelhanças físicas e psicológicas. 

A grande maioria das crianças abandona as fraldas nesta faixa etária. A partir dos três anos de idade, a criança cresce lentamente, em contraste com o crescimento acelerado ocorrido desde o nascimento até os dezoito meses de vida. Meninos e meninas têm peso e altura semelhantes. 


5 a 9 anos 
O período entre os cinco e os nove anos de idade é marcado pelo desenvolvimento psicológico da criança. Esta continua a desenvolver-se fisicamente, de uma forma lenta e gradual, mas acima de tudo, elas desenvolvem-se e crescem  a nível social, emocional e mental. 

Na maioria das sociedades, as crianças já aprenderam regras e padrões de comportamento básicos da sociedade por volta do quinto ano de vida. Elas aprendem então a discernir se uma dada acção é certa ou errada. A vida social da criança passa a ser cada vez mais importante, e é comum nesta faixa etária o que se chama de o(a) melhor amigo(a). 

Por volta dos sete ou oito anos de idade, as crianças passam a racionalizar os seus pensamentos e as suas crenças, procurando as razões, os porquês por detrás de um problema ou de um facto. Assim, as próprias crianças passam a analisar os padrões de comportamento ensinados pela família e sociedade. Além disso, a partir dos seis anos de idade, as crianças passam a comparar-se com outras crianças da mesma faixa etária. Estes dois factos, aliados ao crescimento da vida social da criança, diminuem a importância dos pais e da família como modelos de comportamento da criança, e aumentam a importância dos amigos e dos professores. 

Os dentes de leite começam a cair no sexto ano de vida, um por um, até à adolescência. O crescimento de peso e altura é pequeno e semelhante entre meninos e meninas, que continuam a ter peso e altura semelhantes. Quanto à força física, em teoria, os meninos e as meninas desta faixa etária têm força física semelhante, mas os meninos, tendem a ter um pouco mais de força física do que as meninas. 


10 Pré-adolescência 
Apartir dos 10 anos de idade, as crianças passam a dar mais importância a um grupo de amigos que possuem gostos semelhantes. A faixa etária que vai desde o décimo ano de vida é uma época de intensas mudanças físicas e psicológicas: é a chamada pré-adolescência. 

Nesse período da vida as crianças passam a ter mais responsabilidades, ao mesmo tempo em que passam a querer e a exigir mais respeito de outras pessoas - particularmente dos adultos. A criança nesta faixa etária passa a compreender mais a sociedade, ordens sociais e grupos, o que torna esta faixa etária uma área instável de desenvolvimento psicológico. 

A participação num grupo de amigos que possuem gostos em comum passa a ser muito importante para a criança, onde o modelo dado pelos amigos começa a obscurecer o modelo dado pelos pais. Começam as preocupações como a expectativa de ser aceite por um grupo, ou, ainda certas diferenças em relação a outras crianças da mesma faixa etária agravam-se nesta fase.

Muitas vezes, pré-adolescentes sentem-se rejeitados pela sociedade, podendo desencadear problemas psicológicos tais como a depressão ou a anorexia, por exemplo. A pré-adolescência é marcada pelo início das intensas transformações físicas que transformam a criança num adulto; é o início da puberdade, marcada principalmente pelo aumento do ritmo de crescimento corporal e pelo amadurecimento dos órgãos sexuais.

Fonte: http://www.abcdobebe.com/etapas-do-desenvolvimento/as-varias-etapas-da-infancia.html